quarta-feira, 14 de outubro de 2015

Día de Muertos


Dia dos Mortos no México


            Día de Muertos, comemorado entre 31 de outubro e 2 de novembro.



A festa tem até cronograma organizando a chegada dos antepassados. Entre 31 de outubro e 1º de novembro, os mexicanos celebram as almas que morreram quando crianças, no Día de los Angelitos, ou anjinhos. Já o dia 2 de novembro é dedicado a quem foi para o outro mundo durante a vida adulta.




Finados pode ser um dia de muita festa, com música, fantasias,

 apresentações teatrais, caveiras bem simpáticas e muita

 alegria. 



Causadora de medos, ela é encarada de forma bem diferente 
dependendo do lugar do mundo. Em muitos países, é 
motivo de choro e 
luto demorado. E outros países que encaram a morte de frente.



Na tradição mexicana, os balões iluminados sobem ao céu para indicar aos espíritos a rota a se seguir para conseguirem chegar às suas antigas casas, bem como mostrar-lhes o caminho de retorno, após a celebração.




O resultado desse sincretismo religioso é uma festa única, que mistura Virgem Maria, crucifixos e vários elementos da crença asteca.
As famílias preparam verdadeiros banquetes, as pessoas se enfeitam e as crianças se divertem.




        Mais um detalhe, se divertem nos cemitérios. De noite. E com os mortos.



As tumbas são decoradas e os vivos levam oferendas aos mortos. Um dos símbolos mais tradicionais da festa é a caveira doce, feita de açúcar.




Uma festa linda e que merece todo o nosso respeito.